27 C
Cuiabá

Sintuf-MT solicita que Conselhos de Classe visitem o HUJM

O Sindicato dos Trabalhadores Técnico-administrativos da UFMT (Sintuf-MT) solicitou ajuda aos conselhos de classe para acompanhar as condições de trabalho no Hospital Universitário Júlio Muller. A direção enviou ofícios para os Conselhos de Enfermagem, Medicina, Farmácia e Fisioterapia para que os mesmos visitem o hospital e se pronunciem sobre o fornecimento de equipamentos de proteção individual aos trabalhadores, assim como os processos e procedimentos adotados na unidade para prevenir a contaminação pelo Covid-19.

“Nós acompanhamos a confirmação dos primeiros casos de Covid-19 entre os trabalhadores do HUJM. Importante destacar que não houve nenhum paciente internado com o diagnóstico da doença, sendo que os profissionais devem ter sido contaminados em outro hospital e levaram a doença para o HUJM. Nós temos cobrado e acompanhado o fornecimento de EPIs no hospital, porém existem especificidades que somente o Conselho de Classe têm o nohall para fiscalizar. Contamos com este apoio na defesa dos trabalhadores”, destacou a coordenadora geral do Sintuf-MT, Luzia Melo. 

Veja abaixo o ofício enviado aos Conselhos na sexta-feira (17.04):

 

Senhor Presidente,

 

O SINTUF-MT (Sindicato dos Trabalhadores Técnicos Administrativos em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso) defende e representa legal e administrativamente os Trabalhadores técnico-administrativos ativos, aposentados e pensionistas da UFMT, das Fundações a ela vinculadas, de serviços terceirizados, da Empresa Pública de Serviços Hospitalares (EBSERH), assim incluindo nesse rol os trabalhadores do Hospital Universitário Júlio Muller (HUJM).

Dessa forma, vimos através deste, estabelecer um sólido e fraternal diálogo com relação aos trabalhadores daquele hospital, especialmente aos que estão na linha de frente do combate ao Coronavírus. Preocupados com as condições de trabalho, solicitamos junto a este respeitável Conselho uma visita fiscalizatória para avaliar a situação dos profissionais de saúde no que tange a disponibilização dos EPIs, normas/ rotinas de ações preventivas e a atuação de servidores em grupo de risco. 

Após notícia veiculada na mídia sobre a confirmação de casos positivos de COVID-19 em trabalhadores do HUJM, nos mobilizamos para verificar se a devida assistência está sendo dada aos profissionais envolvidos, porém algumas particularidades técnicas acreditamos serem mais adequadas ao Conselho de Classe dos profissionais. 

Assim, solicitamos esta visita com o objetivo de proteger a categoria e cobrar da gestão do HUJM que sejam aplicadas as normas e procedimentos corretos, inclusive com esclarecimentos e orientações a todos os trabalhadores.

 

Aguardamos retorno. 

 

 

Nossas saudações sindicais.

 

 

 

Luzia Machado de Melo

Compartilhar post:

Popular

Mais como isso
Related

CNG da FASUBRA participa de Audiência Pública no Senado Federal: o combate à LGBTIfobia

Na última quarta-feira, 15 de maio, aconteceu na Comissão...

CNG da FASUBRA participa de Audiência Pública da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados

O Comando Nacional de Greve – CNG da FASUBRA...

Ato unificado marca 5º Café da manhã com Lula

Na manhã desta sexta-feira, 17 de maio, aconteceu mais...

Novo Ensino Médio é uma ameaça ao futuro da classe trabalhadora

O Novo Ensino Médio (NEM), elaborado no governo do...
Feito com muito 💜 por go7.com.br