29 C
Cuiabá

Gestão da UFMT é debatida durante a greve dos técnicos administrativos

Gestão da UFMT é debatida durante a greve dos técnicos administrativos

 

Daniel Dino

Assessoria/Sintuf-MT

 A pauta interna de reinvindicações dos trabalhadores técnico-administrativos em educação da UFMT tem sido tema constante das reuniões do Comando Local de Greve junto à administração da Universidade. O debate está focado em 16 eixos centrais de luta, entre eles a jornada ininterrupta de trabalho, melhorias na gestão, concurso público, terceirização, entre outros. Fique sabendo um pouco do que está sendo debatido.

 “Tivemos uma reunião no gabinete da reitora onde debatemos o andamento das comissões de negociação da pauta interna, a conclusão do trabalho, e ainda o avanço em novas frentes. A greve é nacional, porém temos aproveitado ao máximo este momento de luta para conquistar avanços locais”, destacou a coordenadora geral do Sindicato dos Trabalhadores da UFMT, Leia de Souza Oliveira.

 Sobre a jornada de trabalho ininterrupta, ela destacou que a natureza das atividades desenvolvidas na Universidade são diferenciadas, bem como seus usuários. Cabe ressaltar que o Decreto 4836 possibilita a aplicação da jornada diferenciada e ainda garante maior qualidade e eficácia nas atividades desenvolvidas pela Universidade. “A questão é complexa já que não  trata apenas de aplicação das 30 horas para os trabalhadores da UFMT, mas da adoção de jornada ininterrupta de 12 horas de trabalho, com turnos contínuos. Vamos realizar um novo seminário para tirar todas as dúvidas dos trabalhadores sobre o tema”, comentou a coordenadora geral.

 A reitora da universidade, Maria Lucia Cavalli, afirmou que o assunto não possui adesão da Associação Nacional dos Reitores, alegando ainda que muitos trabalhadores não cumprem a atual carga horária, sendo uma possível redução nesta jornada poderia tornar inviável a sustentação técnica-administrativa da UFMT. Porém, ela destacou como importante o levantamento que está sendo realizado pelo sindicato sobre os setores que necessitam da jornada ininterrupta, sendo que ao seu final, deverá se manifestar sobre sua aplicação ou não.

 CONCURSO PÚBLICO

 O Concurso público para técnico-administrativo deve acontecer para os campi na mesma proporção que para docentes. Esta tem sido uma das cobranças do sindicato junto a Reitoria. Na última reunião, realizada no dia 27 de março, foi exposto que após a implementação do Programa de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reune), a autorização de concursos tem sido majoritariamente para docentes. Segundo a reitora, as vagas nos concursos tem sido destinadas em sua maioria aos campi do Interior, por entender que a demanda nestas unidades é maior.

 TERCEIRIZAÇÃO

 O sindicato tem aprofundado o debate sobre a terceirização dentro do campus da UFMT, principalmente sobre a relação custo/benefício dessa mão de obra, assim como quais setores estão com cargos terceirizados. “É necessário incluir nos editais de licitação das empresas, a obrigação de investimento em capacitação, condições de trabalho, e benefícios como assistência à saúde e auxílio-alimentação”, reforçou Leia.

 PARTICIPAÇÃO NA GESTÃO DA UFMT

 O Comando Local de Greve tem reforçado a necessidade da participação de técnicos administrativos em todos os órgãos colegiados, dando como exemplo os colegiados de cursos. Nesses espaços não há representação técnico-administrativa, sendo que nesses colegiados são discutidos temas administrativos e mesmo política de pessoal. A reivindicação recebeu o apoio da reitora que se comprometeu a dar encaminhamento sobre o assunto.

 A pauta interna de reivindicações está sendo debatida por uma comissão paritária entre a administração da UFMT e o Sintuf. A Portaria nº 296/14 foi publicada com a finalidade de prosseguir com a sua negociação. 

Compartilhar post:

Popular

Mais como isso
Related

Em Votação: Assembleia avalia nesta terça proposta do Governo

O Comando de Greve dos trabalhadores técnico-administrativos da UFMT...

GREVE: Técnicos da UFMT avaliam nova proposta do Governo Federal

Os trabalhadores técnico-administrativos da UFMT fizeram o debate sobre...

Sintuf convoca assembleia geral de greve para quinta-feira (13)

O Sindicato dos Trabalhadores Técnico-administrativos em Educação da Universidade...
Feito com muito 💜 por go7.com.br