20 C
Cuiabá

FONASEFE – Fórum das Entidades Nacionais dia Servidores  Públicos Federais aprovara construção de greve geral unificada

Os trabalhadores técnico-administrativos das Instituições de Ensino Superior Federais aprovaram a construção de uma greve geral unificada a partir do dia 23 de março. A decisão foi tomada durante o Congresso Nacional da Federação dos sindicatos que representam a categoria. Está sendo reivindicado uma recomposição inflacionária de 19,99%, índice inferior as perdas salarias registradas pela categoria, que possui remuneração congelada desde 2017.  Vale ressaltar que esse índice é somente dos três  anos do governo Bolsonaro.

A plenária da Fasubra é o local onde os representantes de todas as universidades federais se reúnem para adoção de estratégias unificadas para defesa dos servidores, sendo que também contou com o debate do desbloqueio de verbas da educação. “Continuamos vivendo o sucateamento da educação. Quantas vagas foram ampliadas no ensino superior neste governo? Quantos novos cursos? Novos campus? Ao contrário, é risco constante de cortar a energia elétrica! Defendemos o fim das Ebserhs, concurso para os hospitais universitários, pois é preciso repor o quadro de trabalhadores. O país precisa olhar para educação”, destacou a coordenadora geral do Sintuf-MT, Luzia Melo. 

“São anos de salários congelados e sem negociações. Como se não bastasse isso, a inflação corrói a renda de nós trabalhadores, visto que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor atingiu a maior marca desde 2002. Nesse ano, além de vencer esse desgoverno nas urnas em outubro, precisamos agir agora e lutar, mostrando a força da união de todo o serviço público federal. Greve geral já!”. A fala de protesto foi dada pelo técnico-administrativo da UFMT, Igor Castilho, eleito em assembleia geral para participar como delegado na Plenária.

A posição dos trabalhadores da UFMT a favor do indicativo de greve foi confirmada durante assembleia no dia 03 de março. “Somos favoráveis a greve unificada do serviço público, não queremos aumento de salários, queremos o que nos é de direito, queremos somente a recomposição salarial. E convocamos a categoria para estar firme conosco em mais desta luta por nossos direitos. Sindicato forte, é sindicato unido, pois Unidos seremos fortes, resistentes e vencedores”, reforçou Luzia.

Ainda foi aprovado durante a Plenária da Fasubra a realização de um ato no dia 16 de março para chamar a atenção da sociedade para a luta dos trabalhadores técnico-administrativos. O Sintuf-MT irá debater quais ações serão adotadas na data.

CALENDÁRIO

MARÇO

08

Dia Internacional de luta das Mulheres

09

Lançamento do Comando de Mobilização e Construção da Greve

16

Ato Nacional – Um dia de mobilização nacional dos SPF em defesa da recomposição salarial 19,99%

23

Deflagração da greve unificada dos SPF

Compartilhar post:

Popular

Mais como isso
Related

Assembleia Geral de Greve será nesta terça-feira (28)

O Comando de Greve, por meio da Coordenação Colegiada...

Coletiva de Imprensa: a greve da educação federal e as negociações com o governo

Os CNGs das entidades representativas da educação federal em...

Assembleia Geral 23.05

https://youtube.com/live/w6SuspoRotQ?feature=share

6º Café da manhã com Lula marca os 75 dias de greve da FASUBRA

Nesta sexta-feira, 24 de maio, aconteceu o 6º Café...
Feito com muito 💜 por go7.com.br