Cuiabá
Carregando...

? ºC

/
Fora temer4
Fora temer
Fora temer2
Fora temer5
Fora temer3

Documentos

02/05/2017 10:06

RELATÓRIO REUNIÃO HUJM DIA 19 DE ABRIL DE 2017

 A direção do SINTUF-MT, através de seus coordenadores Léia, Elizete, Ramirez e Conceição, reuniram com o novo superintendente do Hospital Universitário Júlio Müller (HUJM), professor Hildevaldo Monteiro Fortes, para apresentar a pauta de reivindicações dos trabalhadores técnicos-administrativos lotados naquela unidade acadêmica e administrativa da UFMT sob gestão da EBSERH.  

 O primeiro questionamento apresentado pelo SINTUF-MT foi sobre rumores de uma possível mudança na jornada de trabalho conquistada pelos trabalhadores e sobre a metodologia da confecção da escala de trabalho dos trabalhadores da área assistencial do Regime Jurídico Único (RJU).  Sobre o assunto, Léia lembrou a superintendência que a jornada de 30h semanais é uma antiga conquista dos trabalhadores, regulamentada via portaria da UFMT, e que essa vitória não pode ser perdida. No mesmo sentido falou sobre a escala de trabalho, que prevê duas folgas por mês nos finais de semana, também resultado de acordo com a superintendência do HUJM.

 O Superintendente Hidevaldo Fortes afirmou que os rumores de modificação na jornada não são reais, e firmou um compromisso de que não vai modificar a conquista das 30h. Sobre a escala de trabalho, revelou uma dificuldade em organizar as folgas, devido aos  dois regimes com cargas horárias diferentes ao mesmo tempo - servidores estatutários (RJU) e servidores da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares EBSERH (regime CLT). Disse que não vai retirar o direito a duas folgas semanais, mas estuda possibilidades de organizar melhor a convivência dos dois regimes de modo a não ficar “buracos” nas escalas.

Quanto ao tema acima (metodologia de construção das escalas) o  Sindicato apresentou proposta da manutenção da Comissão para construção/avaliação das escalas mensais da assistência.

  • Ficou ainda de agendar reunião com a nossa Gestão de Pessoal do HUJM para debater esse tema.

 

O Superintendente apresentou preocupação quanto ao contingenciamento de recursos financeiros para o HUJM. Informou que há 03 meses que o governo não repassa recursos, e que o HUJM tem apenas recebido os recursos estaduais da contratualização de serviços com o estado. Disse também que teve que buscar o apoio financeiro da UFMT para pagamento dos terceirizados, que já emaçavam com Greve. Acrescentou que tem procurado estabelecer parcerias, para manutenção e desenvolvimento do HUJM.

Em seguida o SINTUF-MT cobrou a efetivação de políticas de valorização dos técnicos e “humanização” dos locais de trabalho, argumentando a necessidade da construção de Programas que elevem a autoestima dos trabalhadores. Foi relembrado a antiga quadra de esportes, que a partir da gestão da EBSERH foi transformada em estacionamento.  Além disso, foi cobrado o retorno de serviços ambulatoriais para exames básicos e vacinação.  

 

 Foi ainda apresentado pelo sindicato:

 

  • solução do problema do pontoeletrônico, que não funciona corretamente e muitas vezes os trabalhadores são obrigados a improvisar comprovantes manuais.
  • reorganização dos espaços de repousos e aplicação igualitária do grau de insalubridade entre os trabalhadores RJU e da EBSEHR, respeitando os cálculos que são diferentes para os dois regimes.
  • que a política de capacitação e  avaliação seja revista e leve em consideração as regras de progressão funcional dos RJUs. 

 

Com a palavra, o superintendente explicou que a gestão do hospital está criando três unidades: administração de pessoas;  desenvolvimento de pessoas; e saúde do trabalhador.

 

A unidade de pessoas estaria responsável por licitar uma nova empresa para cuidar do ponto eletrônico, mas que a dificuldade atual está nos recursos financeiros escassos.

 

Em relação a:

 

  • unidade de desenvolvimento de pessoas a equipe já está em contato com a UFMT para elaborar em conjunto com a universidade um novo programa de capacitação e avaliação.  
  • unidade de saúde do trabalhador estaria preparando o lançamento de um ambulatório, farmáciae de um consultório para atender os servidores dentro do HUJM, que incluiria o atendimento aos aposentados. 
  • repouso, a gestão disse que está preparando um piloto com uma nova proposta de organização doslocais de  Mas a maior dificuldade estaria sendo a falta de recursos, que, segundo o superintendente, já vai para o quarto mês que o HUJM não recebe os repasses de recursos.  

Questionado sobre a proposta apresentada na campanha, quanto ao Ambulatório para trabalhadores ativos e aposentados, o Superintendente informou que  está empenhado no cumprimento desse item do seu programa de trabalho, e que em breve o ambulatório estará pronto.

O SINTUF informou que realizará Assembléia Geral com os trabalhadores do HUJM para apresentar o resultado da reunião, e dar os encaminhamentos devidos.

 


CHÁCARA DO SINTUF

Redes Sociais

Sintuf-MT

Av. Fernando Corrêa da Costa, s/nº. - Campus Universitário - Coxipó - MT - 78060-900

Tel: (65) 3028-2924 | Fax: (65) 3028-2925

E-MAIL:

sintuf@terra.com.br 

SEDE DO SINTUF-MT

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo